Ferrovia Centro-Atlântica aumenta em 60% volume de produtos movimentados

A Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), que constitui o principal eixo de integração entre as regiões Sudeste, Nordeste e Centro-oeste, operada pela VLI, aumentou entre 2010 e 2017 em mais de 60% o volume de produtos movimentados pela ferrovia.

Segundo a VLI, no período, mais de 350 locomotivas e cerca de nove mil vagões foram colocadas para rodar na malha ferroviária, que recebeu um investimento de quase R$ 5 bilhões.

A ferrovia, que passa por Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Goiás, Distrito Federal e Rio de Janeiro, movimentou cerca de 35 milhões de toneladas de soja, milho, açúcar, minério de ferro, produtos siderúrgicos, entre outros produtos. Em 2010, o volume foi de 21 milhões de toneladas.

“Uma das linhas de frente do nosso plano de investimentos, concluído este ano e orçado em R$ 9 bilhões, foi aumentar a capacidade da ferrovia. Adicionamos ativos modernos, mais econômicos e sustentáveis. Além disso, a modernização da frota impacta em uma cadeia de fornecedores no país”, ressalta Gustavo Serrão, diretor de Operações Ferroviárias da VLI.

Fonte: A Tribuna

Compartilhe nas Redes Sociais:

©2018 | GBMX Criando Caminhos | Todos os direitos reservados